Prefeitura quer reformar terminais em 2019 e projeto é investir R$4 milhões em melhorias

Prefeito informou que contratou uma empresa para levantar os principais pontos que incomodam os usuários quando o assunto é transporte coletivo

6 DEZ 2018Nathalia Pelzl e Rodson Willyams14h03min
Foto: Arquivo TopMidiaNews

O prefeito Marcos Trad (PSD) anunciou nesta quinta-feira (6) em coletiva de imprensa que vai encaminhar para a Câmara Municipal projeto que prevê investimento de R$ 4 milhões para reformas dos terminais de ônibus em Campo Grande.

O prefeito informou que contratou uma empresa para fazer um panorama e levantar os principais pontos que incomodam os usuários quando o assunto é transporte coletivo, segundo ele, 14% reclamaram das péssimas condições dos banheiros, 5% sobre cobertura nos pontos de ônibus, bebedouros e ônibus velho, e 68% nos problemas gerais dos terminais.

 “Quanto aos terminais, o General Ozório, Morenão, Bandeirantes, Júlio de Castilho, estão há  27 anos sem reforma, e essa reforma não significa apenas pintura e bebedouros e sim reforma da estrutura", destacou o prefeito.

Já os terminais Aero Rancho, Nova Bahia e Guaicurus estão sem reforma há 18 anos. Questionado sobre de onde viria o recurso, Marquinhos informou que uma lei de 1984 da Flex Park.

Segundo a lei, a empresa é obrigada a repassar 28,5% do faturamento para a prefeitura investir em educação no trânsito. Mas é esse o ponto que o Prefeito pretende mudar "Nesse fundo tem o dinheiro necessário para a reforma dos terminais, tem disponível em caixa, R$ 4,2 milhões e precisamos de R$ 4 milhões para executar essa reforma", disse, comentando ainda que não tem dúvidas de que essa alteração será aprovada pelos vereadores até o final do ano.

Sobre a cobertura dos pontos, Trad diz que já homologou um certame para fazer a cobertura de 500 novos pontos até o final de janeiro de 2019.

“Vamos ver para fazer a cobertura de 500 novos pontos, só nestes dois anos de gestão realizamos 202 cobertura de pontos de ônibus, estamos aumentando fiscalização ao consórcio responsável, inclusive aplicando multas, mas eles precisam cumprir a parte deles também”, finalizou o prefeito.

dedo de moca

Deixe seu Comentário

Leia Também