COLUNA

Pelos Cotovelos

Redação TopMídiaNews

Disputa por vaga na chapa tucana coloca frente a frente dois secretários de Reinaldo

Tanto Miglioli quando Riedel devem pedir a descompatibilização do cargo, mas apenas um será candidato

20 FEV 2018 Diana Christie, Airton Raes, Celso Bejarano, Liziane Berrocal e Vinícius Squinelo 00h00min

Foto: André de Abreu

Dentro do Governo do Estado se discute a possibilidade que tanto o secretário de Governo, Eduardo Riedel, quanto o secretário de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, peçam exoneração do cargo no início de abril com a pretensão de disputar o Senado.

Sempre tem um porém

Mas apesar da descompatibilização dos dois nomes, apenas um será escolhido candidato ao Senado, deixando a outra vaga na majoritária para compor com aliados. O motivo é a indefinição dentro do PSDB, que não será resolvida até abril.

Briga de foice

A disputa ao Senado tem gerado tensão interna durante as reuniões com o secretariado e despachos com o governador. Riedel e Migliori assumem a existência dessa tensão, mas ambos garantem que é uma disputa amigável, não interferindo na administração do Estado.

Intervenção

Não é de hoje que governadores brasileiros, entre eles o de Mato Grosso do Sul, pedem ajuda para a segurança nas regiões de fronteira. Aqui em MS, duram anos esta queixa. Da Bolívia vem a cocaína; do Paraguai, a maconha. Isso sem mencionar o armamento que, de lá, segue para os grandes centros. A ideia seria a de que o governo federal assumisse tal tarefa. Agora, com a intervenção no Rio de Janeiro, o assunto voltou a esquentar o debate acerca do assunto.

Saia-justa I

O senador Waldemir Moka escorregou no machismo durante discurso em evento emedebista no interior do Estado. A intenção era fazer uma brincadeira, mas acabou pegando mal quando ele disse que a senadora Simone Tebet “deu um trato” no marido, o deputado estadual Eduardo Rocha. "É que o Eduardo Rocha está melhor, mais bonito, mais calmo, que a Simone deve ter dado um trato nele". Teve gente que riu, mas teve gente que não gostou nenhum pouco.

Saia-justa II

As relações de gênero também foram motivo de brincadeiras um tanto desconcertantes em outro momento. Eduardo Rocha destacou o prefeito do município em questão como a autoridade máxima do lugar, mas foi rebatido pela esposa. Simone preferiu homenagear “quem realmente manda” que, segundo ela, seria a primeira-dama. Complicado.

Deixe seu Comentário

Leia Também