COLUNA

Top Pipoca com Pedroka

Pedro Martinez

Mr. Mercedes: mais um terror de Stephen King...

Medinho do bandidão...

1 NOV 2017 17h42min

Galera,
Vamo de dicas legais, vamo?

Dessa vez é um seriado muito empolgante, te garanto. Estamos numa onda de Stephen King bem louca. A Coisa, Torre Negra e boatos de Cemitério Maldito.

Mas a história da vez é Mr. Mercedes, que é uma trilogia, nos livros. A Audience Network estreou em 9 de de Agosto deste ano. Mas como só terminei a primeira temporada na semana passada, então demorei para comentar sobre.

Já de cara no primeiro episódio a tensão é a marca principal de King.

Tá um frio do caramba, na madrugada do dia de uma feira de empregos. Desde bem cedo uma multidão espera na entrada. Até vemos uma mãe com um bebê que não teve como pagar uma babá e por isso um cara legal oferece seu saco de dormir pra trocar as fraldas da pequenina. Eis que surge um Mercedes parado em frente a multidão e que simplesmente atropela todo mundo sanguinariamente. O maluco usava uma máscara de palhaço pra se disfarçar.

Quando a polícia chega em primeira mão pensa ser um acidente onde o motorista perdeu o controle, mas Bill Hodges tem certeza que não. Apesar da desconfiança o detetive acaba não descobrindo nada e dois anos depois se aposenta. Se torna um cara totalmente sem motivação e desleixado com a vida.

Um dia então recebe no email uma mensagem mostrando todos os eventos bizarros daquela noite como se tivesse sendo provocado, e realmente estava. Isso reacende a vontade de Bill em resolver o caso.

Assim começa basicamente uma corrida de gato e rato como foco principal.

Detalhe: já de cara conhecemos o bandido serial killer, no primeiro episódio. O maluco é Brady Hartsfield, um grande hacker que trabalha numa loja de eletrônicos e vive com sua mãe alcoólatra abusiva.

Se você assistiu Dexter - não comparando qualidade nem nada, é mais ou menos parecido o clima da historia: o vilão assume o controle das coisas, vigia, tortura e incita o herói a se movimentar para pegá-lo. Tipo o Ice Truck Killer convidando Dexter pra "jogar".

Bill e Mercedes são ambos super opostos. Um é a lei e o outro homicida sádico. Um tapado com tecnologia e um expert. Um senhor quase assexuado e outro cheio de gatilhos sexuais repulsivos.

Isso torna tudo bem legal de ver. O suspense não acaba nunca.

E apesar de o diretor Jack Bender tentar só se basear na história, sem muita consultoria de Stephen King, ainda tem muita coisa na série que remete a outras obras do mestre do terror, como uma homenagem. Bill tem problemas pra urinar como o protagonista de Green Mile, o vilão usa máscara de palhaço e nos lembra de Pennywise, o vilão tem mãe abusiva assim como Carrie e os assassinatos são praticados com um carro como em Christine.

Eu recomendo e é uma boa opção dentre as levas da Summer Season desse ano. E pros fãs de King, um prato cheio!

5 pipocas!


dedo de moca

Deixe seu Comentário

Leia Também