COLUNA

O corpo perfeito é aquele que você tem

8 JAN 2018 18h37min

Conheci a Brunna em 2016, na cidade de Anastácio. Fomos apresentadas por um amigo em comum. E de cara o que me chamou a atenção foi o amor próprio exalando daquela professora de 27 anos. A Brunna é a típica gordinha que teria tudo para ser complexada, usar roupas que escondesse suas gordurinhas a mais... Mas não, a moça é de uma autoestima de dar inveja a qualquer uma com corpo de Bárbie por aí!

Brunna é um exemplo de que a mulher gorda tem que se sentir bem, independente do que vai vestir, mas vestir o que quer, com peças que se sinta bem. Na concepção da professora, como há moda linda e chique para as magrinhas, também tem a moda chique e linda para as gordinhas!
Ela me contou que sempre foi gordinha, desde pequena, mas nunca ligou para comentários paralelos sobre isso. Sempre foi descolada, moderna e de bem consigo mesma. 

"Ninguém precisa se aceitar gordo. Se a pessoa não se acha bonita assim, ela pode emagrecer, assim como você não precisa emagrecer para se achar bonito. No meu caso, comecei a me olhar no espelho e a achar bonita aquela forma que via, eu amo minhas curvas. Percebi que não precisava me enquadrar em um padrão de beleza, sempre encontrei roupas que me valorizavam, uso todo tipo de roupa, sem medo de ser feliz."

A professora tem consciência de que não está no padrão, mas entende que enxergar a própria beleza e se sentir bem, é um hábito que a gente adquire, como fazer exercícios e tomar café da manhã.

"Você acorda, olha no espelho e se valoriza, concentra-se naquilo que tem de melhor. Não uso um discurso de vítima, não tenho pena de mim por ser gorda. Fui criada por uma família de pessoas fortes, que me ensinaram a não abaixar a cabeça. Só uso roupas com as quais me sinto bem e isso não tem a ver com a modelagem, nem com o que dizem que gorda pode ou não usar. A minha escolha é baseada no que  gosto ou não. Não estou nem aí para os outros."

Em nosso bate-papo, Brunna ensinou que a autoestima precisa ser alimentada todos os dias, e isso inclui se cuidar mais, fazer o que a gente gosta, estar com pessoas positivas e praticar o bem-me-quero! 

Deixe seu Comentário

Leia Também