COLUNA

Reflexões

Marcelo A. Reis

O DELEGADO , O ESTUPRO E A EXONERAÇÃO

O Brasil está precisando reequilibrar-se!!!!

16 MAI 2017 Marcelo A. Reis 15h36min

Caro leitor;

Cansado de tanta palhaçada,politicagem e ladroagem,aqui em Pindorama,solicitei , e obtive do editor ,permissão para sair dos meus assuntos habituais e discorrer sobre temas mais amenos . Fico a pesquisar os noticiários , dos diversos estados e o internacional, buscando algo novo , estimulante para um papo descontraído .Tenho a atenção despertada para um caso , ocorrido em Brasília - D.F. e que dá o título às "Reflexões" . Caso não tenha lido , farei um sumário . Um Delegado, a quem não conheço , Chefe da Comunicação Social da Polícia Civil do D.F. ,em um grupo privado na Internet , teria feito comentários " machistas" à respeito de um caso de estupro ocorrido contra uma criança de 11 anos . O autor seria um ex namorado da mãe da menina . 

Que disse o Delegado ? Quais foram os comentários feitos , repito em uma rede fechada, que levaram a demissão sumária do cargo? 

Fui pesquisar..........

Com a exatidão ,não muito exata , pois as reproduzo de memória , diz o policial que as crianças de hoje estão mais vulneráveis em função da alta rotatividade de padrastos ; que as mães (digo em especial as mais jovens) tem que ter muito cuidado , verificar à exaustão quem põem dentro de casa . Fez algumas outras observações , de sentido PREVENTIVO , visando a proteção dos menores . Em nenhum momento isenta , ou mesmo tenta atenuar ,a atuação do criminoso .

Fiquei pensando . Eu mesmo tenho feito comentários de tal ordem com filhas , amigas de filhos ,enteados e não me considero "machista" . NÃO é o caso clássico do policial que diz para a mulher , assediada , ofendida , que a culpa é dela por estar vestindo uma roupa ousada. É completamente diverso . Os números ,aliás da própria SSP/DF , mostram a elevadíssima incidência de casos praticados por pessoas próximas ,notadamente padrastos, parentes e amigos da família. Não se assuste , meu caro , mas é alta também a incidência de casos em que os autores são  OS PRÓPRIOS PAIS !!!!
Há alguns anos , uma pesquisa , no Rio de Janeiro , conduzida por pesquisadores da Universidade Católica ,professores e alunos, constatou uma alta ocorrência , intra familiar ,também em áreas opulentas e de elevado nível educacional , desmanchando a crença, falsa, de que tal ocorreria somente nas comunidades carentes .

Sem conhecer ,repito, o tal Delegado fico estarrecido com o jugo que a Ditadura do" Politicamente Correto" , aliás não se sabe quem  estabelece , nos impondo regras , muitas vezes ,etéreas . O cidadão em tela , com a sua vivência policial  fez, na verdade , um oportuno alerta . Com a sua experiência do dia a dia foi/vai ao cerne dos fatos .

O Brasil está precisando reequilibrar - se !!!!

Até a próxima

nando viana

Deixe seu Comentário

Leia Também

erro medico