COLUNA

Pelos Cotovelos

Vinícius Squinelo

Prefeito e vereadores entram em conflito por causa de projeto da parada LGBT

Em reunião a portas fechadas, os ânimos ficaram bem exaltados e foi preciso colocar panos quentes sobre a discussão

2 SET 2017 Diana Christie 00h00min

A tão propagada paz entre o prefeito Marquinhos Trad (PSD) e os vereadores quase foi por água abaixo com a aprovação do projeto que inclui a parada LGBT no calendário oficial do município. Em reunião a portas fechadas na Câmara Municipal, os ânimos ficaram bem exaltados e foi preciso colocar panos quentes sobre a discussão.

Encontro fechado

Segundo informações de bastidores, Marquinhos não gostou da aprovação do projeto por incluir o envio de dinheiro da prefeitura para a realização do evento, que ocorreria no terceiro sábado de setembro. Em reunião realizada ao término da sessão ordinária de quinta-feira (31), ele bateu o pé e avisou que não aceitaria o projeto.

Na veia

A discussão então tomou caráter pessoal, especialmente porque Marquinhos é evangélico. Durante sua fala, o vereador Eduardo Romero (Rede), um dos proponentes do projeto, pediu a palavra e defendeu que a matéria tem que contemplar a todos, já que o prefeito teria “dado dinheiro para a Marcha Para Jesus”, que tradicionalmente acontece no dia 26 de Agosto, aniversário de Campo Grande.

Bate

Ainda conforme informações de bastidores, o líder do prefeito, vereador Chiquinho Telles (PSD), tomou as dores de Trad e entrou na discussão para defendê-lo, criticando os proponentes do projeto. “Tinha vereador que quer ser prefeito”, teria declarado. Isso gerou irritação entre quem estava no local.

Rebate

Até mesmo a sempre calma Cida Amaral (Podemos) entrou no meio. “Ninguém quer brincar de ser prefeito e sim ser vereador. Os gays também votam e ninguém rejeita votos deles”, teria dito.

Truco

Apesar do bafafá, no fim, todos entraram em acordo. O prefeito já garantiu que vai vetar o projeto, mas vereadores devem reapresentar a proposta com menos obrigações para a prefeitura. É o tal de todos ganham, mas ninguém fica satisfeito.

HMEDIC

Deixe seu Comentário

Leia Também

fabio trad