COLUNA

Pelos Cotovelos

Redação TopMídiaNews

Projeto que institui padroeira para MS causa comoção e retoma discussão sobre Estado Laico

Deputados lembram que Estado é Laico só quando convém

22 DEZ 2017 Diana Christie, Airton Raes, Liziane Berrocal e Vinícius Squinelo 00h00min

(Foto: André de Abreu)

A aprovação do projeto de lei que declara Nossa Senhora do Perpétuo Socorro como a padroeira de Mato Grosso do Sul gerou grande comoção entre os deputados estaduais, que defenderam com paixão a continuidade – ou a saída – do projeto da pauta durante a sessão legislativa. Apesar disso, o projeto passou e, como é uma questão de fé, acredita quem quiser.

Comemoração

Autor do projeto, o deputado estadual Paulo Siufi (PMDB), que participa todas as quartas-feiras da novena na igreja dedicada à santa, viu o resultado ser anunciado pelo Padre Dirson durante uma das missas. Ele se emocionou bastante e dedicou o trabalho ao filho Paulinho, que morreu há pouco mais de um ano em um acidente automobilístico.

Treta

Mas a felicidade do parlamentar só chegou com muita luta. O tema foi discutido e criticado à exaustão, em especial nas redes sociais. Evangélicos levantaram a bandeira do Estado Laico, que seria “tão cobrada” deles, mas que não foi respeitada neste caso. Na Assembleia Legislativa, Herculano Borges (SD) chegou a se exaltar com a questão e teve apoio de Lídio Lopes (PEN), o mesmo que tentou colocar uma cadeira evangélica no Fórum Estadual da Cultura. Laico quando convém!

Tudojunto&misturado

Por falar em fé. Durante a posse do deputado Fabio Trad (PSD) na Câmara Federal, chamou a atenção legenda do evento que acontecia no dia. Era uma sessão solene em comemoração aos 60 anos de fundação da Igreja Batista da Lagoinha, com sede em Belo Horizonte (MG). Ou seja, Estado Laico onde?

De volta

O deputado Barbosinha (PSB) não esperou pelo Natal para deixar a Secretaria de Justiça e Segurança Pública e a pressa não o livrou da piada. “Está saindo agora porque deixou de acreditar em Papai Noel”. Vai cuidar da reeleição, devolvendo o suplente Coronel Davi (PSC) para o sereno.

Para o bem ou mal

Davi, por sua vez, procura caminho distinto do campo tucano, depois de ter votado contra a reforma da previdência e agora bem livre. Com ele vem o nome do pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro, que querendo ou não, dá um imenso destaque. 

Deixe seu Comentário

Leia Também