Com conquistas impressionantes, futebol americano ganha destaque em MS

Mato Grosso do Sul terá, pela primeira vez, o Campeonato Estadual de Futebol Americano este ano

5 MAR 2018Airton Raes15h24min
Foto: André de Abreu

Com quatro times masculinos no Estado, dois em Campo Grande, o Campo Grande Predadores e o Operário Operário Gravediggers, e dois em Dourados, o Dourados Redlands e o Dourados Tenentes, e três times femininos, Jacarés do Pantanal, Campo Grande Cobras e Dourados Redladies, o esporte tem se estruturado e vêm trazendo mais adeptos.

O Campo Grande Predadores atualmente joga na primeira divisão do campeonato brasileiro de futebol americano, organizada pela Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA). O Gravediggers também participa do nacional na segunda divisão. O Jacarés do Pantanal é o atual campeão nacional na categoria Flag e o Campo Grande Cobras é o terceiro lugar. Em 2016, o Cobras foi o campeão nacional.

O campeonato estadual será no modelo triangular, com todos contra todos, com jogos de ida e volta e os dois melhores colocados vão realizar a final. Os jogos serão no Estádio Jacques da Luz, em Campo Grande, e no Douradão, em Dourados. A Federação sul-mato-grossense de Futebol Americano será montada e a chapa da atual diretoria está organizada, só faltando a oficialização.

O primeiro secretário do Predadores e futuro presidente da federação, Adriano Silva Silveira, destacou que o futebol americano tem crescido em Mato Grosso do Sul e os times tem mostrado profissionalismo, se destacando nas participações nacionais.

Apesar da falta de patrocínio, o esporte é bancado pelos próprios jogadores. Também recebem apoio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), que tem fornecido os ônibus para os jogos em outras cidades do país pelos jogos do campeonato nacional.  “Não precisamos de patrocínios igual ao dos times de futebol. Nossa briga inicial é de R$ 10 mil para dar três jogos de uniforme para cada atleta”, disse Adriano.

Adriano Silva Silveira ressaltou que a estrutura mínima que necessitam o município pode fornecer sem custo, que é um campo para treinamento e o estádio para jogos.  “A gente precisa de estrutura. Ano passado o Jacarés do Pantanal teve ônibus para viajar pela primeira vez e foram campeãs. Foram mais confortáveis. Puderam se alimentar melhor. Menos preocupação de como iriam viajar e com isso puderam se preparar melhor”, disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também