Criança espancada por colegas de escola morre durante cirurgia na Santa Casa

A assessoria do hospital afirma que a criança não tinha lesões graves e teria adquirido artrite séptica

6 DEZ 2018Dany Nascimento11h25min
Foto: Wesley Ortiz

Gabriela Ximenes Souza, 10 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (6), na Santa Casa de Campo Grande, após dar entrada com febre, sem conseguir andar.

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a criança já havia sido atendida no local no dia 29 de novembro, relatando ser vítima de espancamento, com dores na região lombar e na cabeça.

Ela foi levada por familiares até o hospital, passou por exames e nenhuma lesão grave foi diagnosticada. “Ela passou por exame de raio-x, tomografia, mas nenhum deles constatou lesão grave. Ela não tinha nenhuma fratura pelo corpo, foi medicada e liberada”.

Conforme a assessoria, Gabriela retornou ontem (5) ao local, com febre, sem conseguir se manter em pé. Novos exames foram realizados e a paciente foi diagnosticada com artrite séptica, infecção no líquido e tecidos de uma articulação, geralmente causada por bactérias, mas ocasionalmente por vírus ou fungos.

A menina foi submetida a cirurgia, mas não resistiu e veio a óbito às 6h30 desta quinta-feira. De acordo com a assessoria do hospital, Gabriela teve diversas paradas cardiorrespiratórias e houve diversas tentativas de reanimação, mas a criança faleceu no local.

O caso

A criança teria sido agredida por três colegas na escola Lino Vilachá, que fica no bairro Nova Lima. Duas adolescentes de 14 anos e uma criança de 10 anos são suspeitas de terem espancado Gabriela no local.

dedo de moca

Deixe seu Comentário

Leia Também