Polícia identifica uma das envolvidas em morte de menina espancada

Devido à gravidade do ocorrido, a polícia já está em diligências em busca das outras envolvidas e das testemunhas

6 DEZ 2018Nathalia Pelzl13h03min
Foto: Wesley Ortiz

A polícia identificou umas das envolvidas no espancamento de Gabrielly Ximenes Souza, 10 anos, que morreu na manhã desta quinta-feira (6), na Santa Casa de Campo Grande. A suspeita identificada, de 10 anos, seria a responsável por arquitetar a briga.

Segundo o delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, José Roberto de Oliveira Júnior, a família registrou o boletim de ocorrência, onde relataram que a Gabriela morreu devido às agressões sofridas.

O delegado informou ainda que a briga inicial seria com essa suspeita de 10 anos, e que a mesma chamou mais duas colegas para cometer às agressões.

Devido à gravidade do ocorrido, a polícia já está em diligências em busca das testemunhas. O caso será investigado pela Deaji (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude).

O caso

Gabrielly Ximenes Souza agredida por três colegas na escola Lino Vilachá, que fica no bairro Nova Lima, no dia 29 de novembro. Duas adolescentes de 14 anos e uma criança de 10 anos são suspeitas de terem espancado Gabrielly no local. A menina foi submetida à cirurgia, mas não resistiu e veio a óbito às 6h30 desta quinta-feira.

Deixe seu Comentário

Leia Também