Após dois anos, Lama Asfáltica tem mais doze réus em MS

Denúncia do MPF foi aceita pela 3ª Vara da Justiça Federal

12 JAN 2018Liziane Berrocal20h25min

A Justiça Federal aceitou a denúncia contra o ex-governador André Puccinelli, o ex-deputado federal Edson Giroto e mais dez pessoas no bojo da Lama Asfáltica que apura a suspeita de desvios de recursos públicos. A denúncia foi aceita pelo juiz substituto da 3ª Vara Federal Rodrigo Boaventura Martins. 

Puccinelli, Giroto, Maria Wilma Casanova Rosa, Helio Yudi Komiyama, Edmir Fonseca Rodrigues, Luiz Candido Escobar, Fausto Carneiro da Costa Filho, Wilson Roberto Mariano de Oliveira, Marcos Tadeu Enciso Puga, Maria Regina Bertagnolli de Gonçalves, João Alberto Krampe Amorim dos Santos, Elza Cristina Araújo dos Santos e Rômulo Tadeu Menossi são acusados de crimes como peculato, fraude em licitação e corrupção passiva. 

Os réus tem dez dias para apresentação de defesa e a denúncia é oriunda das investigações da Polícia Federal feitas durante a operação Lama Asfáltica que já teve várias fases. O ex-governador se torna pouco tempo após anunciar seu desejo de voltar ao Governo do Estado. 

A reportagem tentou contato com André, mas ele está viajando antes de iniciar os encontros regionais do MDB. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também