Deputado que disse que Bolsonaro ‘está para morrer’ foge de entrevista

Em entrevista à TV Câmara, Edmilson Rodrigues, do PSOL do Pará, disse que Jair Bolsonaro “está para morrer”.

8 FEV 2019Da redação / O Antagonista12h10min
Foto: TV Câmara / André de Abreu

Em entrevista à TV Câmara veiculada ontem, o deputado federal Edmilson Rodrigues, do PSOL do Pará, disse que Jair Bolsonaro “está para morrer”.

A repórter havia perguntado se o parlamentar — o mais votado em seu estado nas últimas eleições — achava que seria bem-sucedida a tentativa do governo de avançar, ao mesmo tempo, com as tramitações no Congresso da reforma da Previdência e do pacote anticrime de Sergio Moro. O psolista respondeu assim:

“Olha, eu acho que o governo deve ter sua estratégia, mas não se entende. Nem vice… o presidente está para morrer. Mas a sua assessoria mais direta praticamente o obrigou, o constrangeu a reassumir o cargo porque ele não tem confiança no vice.”

Há pouco, Diego Amorim, de O Antagonista, ligou para o deputado, que começou reclamando da qualidade da ligação.

“Tá meio baixo.”

O repórter fala mais alto e pergunta se o deputado o escuta:

“Sim, pode falar.”

Questionado se se arrepende de ter dito que Bolsonaro “está para morrer”, Rodrigues fica em silêncio.

“Alô?”

O repórter insiste na pergunta.

“Não tô entendendo, porque eu tô na rua. Alô?”

A ligação, então, cai. O repórter tenta contato novamente, mas, depois de algumas chamadas, é direcionado para a caixa-postal do deputado.

Deixe seu Comentário

Leia Também