Marcelo Iunes faz mudanças nas secretarias municipais de Educação e de Governo

Marcelo Iunes revelou que está em tratativas para um titular da pasta

13 JAN 2018Diário Online09h42min
Foto: Divulgação

O remanejamento da estrutura do Executivo Municipal continua e, dessa vez, uma das importantes pastas da gestão trouxe alteração de comando, segundo portaria publicada no Diário Oficial de Corumbá, edição de quinta-feira.

A professora Maria Eulina Rocha dos Santos deixa de responder pela Secretaria Municipal de Educação, entretanto continuará a atuar como assessora na pasta. Quem passa a responder interinamente pela Secretaria de Educação é o professor Genilson Canavarro de Abreu, que exercia o cargo de diretor da escola municipal Barão do Rio Branco, considerada modelo dentro da Reme.

Em entrevista ao Diário Corumbaense, o prefeito Marcelo Iunes revelou que está em tratativas para um titular da pasta. Conforme ele, o nome apontado é de um profissional da área de Educação e que está "gabaritado" para assumir a responsabilidade de gerenciar a Educação no município.

“Ele é do Tribunal de Contas, corumbaense, professor, mas depende da liberação do Tribunal. Se ele vier, assume a Secretaria e o professor Genilson fica como subsecretário, porém se ele não puder, o Genilson será o titular”, disse ao revelar o nome do professor Carlos Rafael Ramos Dias, que já atuou como assessor  da pasta em questão.

Outra secretaria que traz novidade em seu gerenciamento é a de Governo para qual o prefeito nomeou Eduardo Aguilar Iunes. O novo secretário de Governo exercia o cargo de gerente administrativo e financeiro na Fundação de Turismo do Pantanal, conforme portaria de exoneração, também publicada na mesma edição do Diário Oficial de Corumbá. Eduardo é irmão do prefeito e funcionário concursado do Município, com lotação de origem na Controladoria Interna da Prefeitura de Corumbá.

A Secretaria de Governo vinha sendo comandada interinamente por Cássio Augusto da Costa Marques, que é assessor especial no Gabinete do Prefeito e coordena a UEP- Unidade Executado do Programa do Fundo de Financeiros de Desenvolvimento dos Países da Bacia do Prata (Fonplata) que está  financiando 40 milhões de dólares para soluções de demandas urgentes associadas a deficiências de infraestrutura urbana e socioambiental. São ações voltadas para o desenvolvimento de áreas de recreação e descanso, infraestrutura de vias e drenagem, recuperação do patrimônio histórico, fomento do turismo e moradia para famílias que vivem em áreas de risco.

dedo de moca

Deixe seu Comentário

Leia Também