Motorista denuncia 'amarelinho' e Agetran diz que homem tentou dar golpe em parquímetro

Agência diz que condutor é reincidente em multas por estacionar irregularmente

30 AGO 2017Thiago de Souza17h00min
Foto: Repórter Top

A Agetran (Agência de Trânsito de Campo Grande) informou que a denúncia, feita por um motorista que teve o carro multado por não ter crédito no parquímetro, na verdade se trata de  um golpe para se safar da autuação.

O caso ocorreu na tarde dessa terça-feira (29) e logo após, o vídeo feito pelo motorista foi parar nas redes sociais. Ele filmou a ação de um agente de trânsito, que estaria aplicando multa por ele não ter inserido créditos no toten da Flexpark.

O condutor autuado gravou a ação do 'amarelinho' e logo após o fiscal autuar o veículo, ele focou a câmera no aparelho e, segundo as imagens, teria 27 minutos de crédito.

No entanto, diz a agência, a denúncia é improcedente e mostra que o motorista teria deixado de abastecer a máquina de propósito, mas quando viu a fiscalização, tratou de colocar crédito rapidamente e a partir daí iniciou a gravação na tentativa de incriminar o fiscalizador.

''Tanto que as próprias fotos por ele tiradas mostram o tempo de 29 minutos, sendo que o mínimo possível de abastecimento é de 30 minutos, o que prova que ele carregou o parquímetro segundos após o início da notificação'', explicou o órgão.

Ainda segundo a resposta, o agente foi até a Depac e registrou boletim de ocorrência, na companhia de um guarda municipal que teria presenciado a cena e testemunhou em favor dele.

A Agetran disse que o motorista em questão tem contra si três multas por uso irregular de estacionamento somente nos seis primeiros meses deste ano, todas, inclusive, registradas por diferentes agentes de trânsito.

Veja trecho do vídeo gravado pelo condutor para incriminar agente de trânsito

nando viana

Deixe seu Comentário

Leia Também

erro medico