VÍDEO: usuários de drogas voltam para Orla Ferroviária e aterrorizam vizinhança

Medo e insegurança fazem parte da rotina de quem mora ali

14 MAR 2019Nathalia Pelzl13h10min
Foto: Repórter Top

Medo e insegurança, esses são os sentimentos dos moradores que residem próximo à Orla Ferroviária, em Campo Grande. Isso porque o número de usuários de droga tem aumentado na região. Segundo vizinhos, o problema sempre existiu, no entanto, a sensação é que, depois do Carnaval, redobrou o número de pessoas nestas condições no local.

“O problema persiste, ele piorou depois do Carnaval. Temos a promessa da prefeitura de revitalização da Orla em conjunto com o Reviva. Antes do Carnaval, eles tinham sumido da região, pouca movimentação, só que passou a festa, eles voltaram. Está cheio deles, a gente não consegue passar por ali”, disse um morador da região.

Segundo o morador, que prefere não se identificar, um imóvel abandonado na Rua Maracaju, esquina com a Calógeras, foi invadido e o telhado quebrado pelos usuários, que utilizam o prédio para fazer o uso de entorpecente.

“A polícia vem, eles saem e voltam. O telhado das residências, eles quebraram para invadir. Os agentes de saúde fizeram vistorias nas casas, cheio vasilhas com águas e focos do mosquito da dengue. Depois do Carnaval, eles quebraram ainda mais”.

O morador reforça que, nos dias de festividade, o comércio de drogas foi intenso na região, o que pode ter contribuído e chamado a atenção dos usuários, que estavam em outros pontos da cidade.

“Teve muita gente, vendeu muita droga, o que pode ter atraído eles de novo. Nós, moradores, pensamos que o Carnaval contribuiu para o aumento dos usuários na região. Queremos uma data da prefeitura para que ocorra toda a revitalização, já que até agora só o pedaço da Maria Fumaça foi revitalizado”.

Deixe seu Comentário

Leia Também