Top Ms

Com obras do Reviva terminando, comerciantes iniciam megapromoção no Centro

As promoções começam na quinta-feira, em comemoração à semana da Pátria

3 SET 2019Rayani Santa Cruz11h10min
Foto: André de Abreu

O centro de Campo Grande vai ficar bem movimentado nos próximos dias. Isso porque a liquidação “Promocentro” dará aos consumidores descontos de até 50% em diversos produtos como roupas, calçados, móveis e eletrônicos. São mais de 300 lojas participantes oferencendo variedades na promoção, que vai do dia 5 a 10 de setembro.

De acordo com o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Adelaido Vila, a expectativa é de um crescimento de 15% na economia em relação ao ano passado. 

“Esse ano fizemos parcerias com o Sindivarejo, Comando Militar do Oeste (CMO), Lions Clube, Escoteiros, no sentido de fortalecer o sentimento pátrio. O intuito é resgatar o sentimento de respeito pelo Brasil e, junto aos lojistas, chamar os campo-grandenses para o ‘Promocentro’. Em setembro não temos uma ênfase nas datas comemorativas e, por conta disso, a ideia foi desenvolvida”, explicou.

(Presidente da CDL- Adelaido Vila- Foto: André de Abreu)

A expectativa é levar um grande público à área central. Segundo a CDL, o cliente começa a voltar para o Centro em busca do comércio de variedade que não tem nos bairros ou shoppings. “Isso é muito positivo porque gera emprego e fortalece a economia da cidade”.

O lançamento da Promocentro acontece nesta terça-feira (3) na CDL Campo Grande.

Reviva Centro

A CDL diz que a tendência é o público ir em peso ao centro, já que a obra está prestes a ser entregue. “O pior da obra já passou, temos que ressaltar que a CDL nunca foi contra, o problema foi que não cumpriram os prazos”.

Adelaido explicou que ainda tem a questão do crescimento dos estacionamentos que ainda não foram investidos pela iniciativa privada e existe a expectativa de que seja feito no próximo ano. 

Faltando apenas quatro meses para o término do ano, o comércio está eufórico e com sentimento positivo em relação aos consumidores e aumento nas vendas. 

Deixe seu Comentário

Leia Também