Indicado de Tereza Cristina na Funai, Dias quer fortalecer agricultura familiar indígena em MS

Novo coordenador vai comandar políticas públicas para 78 mil indígenas em MS

14 MAR 2019Rodson Willyams19h00min
Foto: Leo Rocha/Repórter Top

Henrique Dias, novo coordenador regional da Funai, recebeu a missão, nesta quarta-feira (14), de coordenar e executar as políticas indigenistas do Governo Federal para 78 mil indígenas em Mato Grosso do Sul.

Índio, Henrique estava trabalhando há quatro meses no setor técnico da Funai após indicação da ministra da Agricultura Tereza Cristina. O novo titular ainda relevou ao TopMídiaNews que é amigo do presidente nacional, general Franklimberg Ribeiro de Freitas, também indígena.

"Foi ele [Franklimberg] que me deu a notícia hoje de manhã da minha nomeação. Até então, eu não tinha essa informação. Nós somos grandes amigos, temos ligações muito próximas. Agora, a nossa tendência é caminhar juntos", revela  o coordenador.

Henrique Dias estava há quatro meses na Funai. "Estava no departamento técnico. Foi a Tereza Cristina que me indicou. Agora, vamos ter uma boa caminhada juntos e a tendência é melhorar".

Após a nomeação, Dias disse que vai montar a parte administrativa do órgão. "Vou formar a minha equipe, os que vão trabalhar comigo. Vou escolher pessoas que sejam capacitadas e técnicas para o órgão".

O desafio

Sem recursos próprios, o novo coordenador afirmou que vai fortalecer o projeto da agricultura familiar para os povos indígenas. "Esse vai ser o nosso desafio. Nós temos uma população de 78 mil indígenas. Na verdade, ainda vou conversar com a Pastoral da Terra para ter informações de como as coisas estão no nosso Estado. Depois disso, vamos dar os andamentos em processos".

Henrique afirma que não chegou a conversar propriamente com Franklimberg. "Ainda não tive o privilégio de conversar sobre isso. Mas, a partir de amanhã, vamos abrir diálogo com as coordenadorias e depois vamos saber quais serão os próximos passos".

O novo coordenador deve se encontrar com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e também com o prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD). "Aqui na Capital, por exemplo, nós temos 15 mil indígenas vivendo na área urbana e nós precisamos desenvolver políticas públicas para estes indígenas".

Além disso, Dias deve agendar reunião com a bancada federal para buscar recursos para a Funai em MS. "Nós não temos orçamento próprio. Então, nós vamos conversar com os deputados federais e senadores para a gente tratar disto por meio de emendas. Esta é uma questão muito difícil".

Deixe seu Comentário

Leia Também

Top Comunicaçao