Disfarce pro cheiro: polícia flagra 2,6 toneladas de maconha em depósito de recicláveis

Droga seria levada para São Paulo em meio ao lixo

15 MAI 2019Thiago de Souza19h13min
Foto: Divulgação Defron

Três pessoas foram presas, nesta quarta-feira (15), suspeitas de guardarem 2,6 toneladas de maconha, em um depósito de recicláveis, na BR-163, perto de Dourados. O local cheio de lixo ajudava a disfarçar o cheiro da droga.

A ação foi da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira, ocorrida perto do Trevo da Bandeira. Elecir Belini Silva, 39 anos, Jair de Souza Maciel, 36 anos  e Renan Carlos Souza da Silva, 21 anos, tentaram pular o muro durante a batida dos investigadores.

Conforme o Dourados News, há dois meses a Defron vinha monitorando a área e teria apurado que um carregamento de drogas seria levado até São Paulo (SP). Na terça-feira, os policiais apuraram que o caminhão, com placas de Mogi das Cruzes (SP), chegou a Dourados e seria abastecido pela manhã. Os investigadores então flagraram  vários fardos do entorpecente em meio a material reciclado.

Os três foram encaminhados à Defron e autuados em flagrante pelo tráfico de drogas. Segundo a polícia, Elecir teria sido o responsável em locar o barracão para guardar a maconha.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também