Polícia prende dois por triplo homicídio na fronteira e vasto arsenal de guerra

Entre as vítimas estão um radialista, um engenheiro e um adolescente de 16 anos

11 FEV 2019Luis Abraham17h29min
Foto: Reprodução / Porã News

Os investigadores da Direção de Investigações de Casos Puníveis da Polícia Nacional do Paraguai apreenderam na manhã deste domingo (10) em Zanja Pytã, fronteira com Sanga Puitã, diversas armas de guerra com dois suspeitos de triplo homicídio.

De acordo com informações do Porã News atentado teria ocorrido na noite do último sábado (9) na cidade paraguaia de onde foram vítimas, o diretor da rádio emissora Tupi FM, Cesar Ortiz Zorrilla, 38 anos, o engenheiro civil Alessandro Nunes de Moura, 20 anos e o adolescente Gabriel Zaracho Moura, 16 anos. O trio foi brutalmente executado a tiros de fuzil calibre 7.62 e pistola 9mm.

Os algozes foram presos, em uma residência em Potreroi distante 15 km da fronteira com Mato Grosso do Sul, eles foram identificados como os paraguaios, Nelson Mussi Espinola e Ismael Encizo Jara. Com dupla foi encontrado um verdadeiro arsenal de guerra, incluindo um fuzil do 7.62, modelo SG 542, uma escopeta Boito calibre 12, roupas camufladas, coletes à prova de balas de arma de fogo, muita munição e uma caminhonete Toyota Hilux cor branca.

Nelson e Ismael receberam voz de prisão e foram encaminhados, por ordem do promotor de justiça Gabriel Segovia, à sede da Direção de Investigações de Casos Puníveis da Polícia Nacional em Pedro Juan Caballero, as armas seguiram para a Divisão de Polícia Técnica para que se verifique se foram utilizadas em casos de homicídios na região de fronteira com MS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Top Comunicaçao