Entre planos e ações, todos os 29 vereadores de Campo Grande devem tentar reeleição

Confirmações começam a surgir nos bastidores da política campo-grandense

13 AGO 2019Rayani Santa Cruz17h00min
Plenário da Câmara MunicipalFoto: André de Abreu

Enquanto alguns vereadores de Campo Grande desviam e falam apenas em cumprir o mandato, outros já confirmam a tentativa de reeleição em 2020. Mas os comentários e possibilidades ocorrem praticamente todos os dias, já que as siglas estão se organizando e fazendo planejamentos para aumentar bancadas e até para concorrer a majoritária. O fato é que, apesar de alguns fazerem mistério, os 29 parlamentares devem tentar novamente o pleito para continuar o mandato.

Perguntado, Valdir Gomes (PP), cotado até para disputar a prefeitura, disse que deve concorrer à reeleição. "Se não sair para prefeito, com certeza, eu preciso ter mais um mandato. Tenho vários projetos que eu não terminei e quero continuar".

Betinho (PRB), Gilmar da Cruz (PTB), Ayrton Araújo (PT), Chiquinho Telles (PSD), Junior Longo (PSB), André Salineiro (PSDB) e Delegado Wellington (PSDB) confirmaram a tentativa de reeleição, assim como Eduardo Romero (Rede), que comentou a tentativa para contribuir com avanços em projetos voltados para a sustentabilidade.

Otavio Trad (PTB), Ademir Santana (PDT), Cazuza (PP), Fritz (PSD), Pastor Jeremias (Avante), Wilson Sami (MDB) e Dr. Lívio ainda não disseram com certeza, porém o indicativo é quase certo.

Conhecido pela luta em prol dos animais, o vereador veterinário Francisco (PSB) disse que "somente Deus pode saber qual será o destino" e que irá esperar um pouco mais para dar as respostas. Já o colega Carlão, mesma sigla, confirmou.

Como um verdadeiro soldado do partido, o presidente da Casa de Leis, professor João Rocha (PSDB), diz que está à disposição dos tucanos para tentar novo mandato.

Odilon de Oliveira Júnior (PDT), que aguarda abrir janela partidária para migrar de partido, deve disputar. 

As duas mulheres da Casa de Leis, as vereadoras Cida Amaral (PROS) e Dharleng Campos (PP) irão concorrer ao pleito. "Sim, eu devo sair novamente para representar as mulheres e para continuar os trabalhos", disse Cida.

Vinicius Siqueira (DEM) argumentou que ainda é cedo para falar em eleições, mas também não discordou da possibilidade. 

Um dos vereadores mais jovens, Papy, do Solidariedade, afirmou que tentará o pleito. "Temos critérios para receber os candidatos, ficha suja nem pensar, vamos abrir espaço para gente nova".

Não houve a confirmação exata por parte do Doutor Cury (SD), Antônio Cruz, Willian Maksoud (PMN) e Loester Nunes (MDB).

Deixe seu Comentário

Leia Também