Beira de córrego sem proteção já matou idoso e agora pode 'engolir' até carro na Ernesto Geisel

Local fica rente a passagem de pedestres perto da antiga rodoviária

3 JAN 2019Thiago de Souza09h30min
Buraco é fundo e entorno está cedendoFoto: Repórter Top

Leitor do TopMídiaNews registrou buraco grande, à beira do Córrego Segredo, na Avenida Ernesto Geisel, esquina com a Dom Aquino, centro de Campo Grande. O risco de acidente com pedestres é grande e até carros podem ser engolidos, situação que já ocorreu quando um idoso de bicicleta caiu em local próximo por falta de proteção.   

O local do buraco é exatamente rente ao espaço dedicado a pedestres que cruzam a Ernesto Geisel. A região, próximo a antiga rodoviária da Capital, tem grande fluxo de pessoas.

As imagens enviadas pelo leitor sugerem que o entorno do buraco também está cedendo. No fundo da cratera há lixo, encanamento e a base de sustentação do córrego. A situação denota que usuários de droga façam consumo no buraco.  

Buraco fica rente a passagem de pedestres. (Foto: Repórter Top)

Queda de idoso

Em 6 de junho deste ano, Almi Antônio da Silva, 80, passava de bicicleta na beira do Rio Anhanduí, quando se desequilibrou e caiu. O trecho não contava com guard-rail ou outra proteção física, e fica no cruzamento da Ernesto Geisel com a Arquiteto Villanova Artigas, no Aero Rancho.

O homem foi resgatado e socorrido por militares do Corpo de Bombeiros e na ocasião teve quatro paradas cardiopulmonares. Ele também teve traumatismo crânio-encefálico grave e morreu horas depois de ser levado para a Santa Casa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Top Comunicaçao