Dengue não é só em quintal: rua sem caída de água para bueiro pode virar criadouro no Celina Jallad

Moradora diz que já se cansou de reclamar com a prefeitura

6 ABR 2019Thiago de Souza13h30min
Foto: Repórter Top

Moradora do Celina Jallad, região sul de Campo Grande, alerta a população que as ruas do residencial não têm caída de água para os bueiros. Assim, a água parada pode virar criadouro do mosquito da dengue e piorar a epidemia da doença que assola a Capital.

Na visão da denunciante, o residencial foi mal planejado no que diz respeito ao nivelamento das vias.

''Alguns moradores, incluindo eu, que moro do outro lado [da rua], ficam puxando essa água até os bueiros. Só que, infelizmente, os demais que jogam água não têm essa consciência'', explicou.

Uma das ruas onde o problema acontece é a Marilda Avelina Rezende Perez entre a Janaína Chacha e Alfredo Gaspar, que segundo a moradora é trecho da linha de ônibus.

Rua sem caída propicia criadouros do Aedes no Celina Jallad. (Foto: Repórter Top)

A moradora relata que já fez reclamação para a prefeitura, mas não teve resposta.

''Com o cidadão comum, eles quase não dão atenção. Se for vocês da reportagem eles vão querer dar mais atenção e até uma solução para esses problemas'', explica a mulher.

''Ainda mais com essa epidemia de dengue no qual eles estão preocupados, não tomar uma providência vai ser um descaso com a saúde pública'', acrescenta a popular.

Entramos em contato com a prefeitura e fomos informados que equipes da Secretaria municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos estão trabalhando na manutenção das bocas em toda a cidade e que a reclamação será encaminhada para ser incluída na programação de serviços do órgão.  

Deixe seu Comentário

Leia Também